PT EN

Herdade da Comporta - Possanco

Comporta

O aglomerado do Possanco foi-se desenvolvendo ao longo dos festos das dunas de areia formadas na interface dos antigos braços do Sapal do Estuário do Sado. A ocupação dos edifícios é ali desordenada mas responde a uma lógica de funcionalidade e adaptação ao meio, uma ocupação que poupa os solos agrícolas e defende a construção espontânea do perigo de aglomerado pois a área da várzea encontra-se entre os 3 e 5 metros de cota.
A solução encontrada apresenta uma extensa plantação de árvores de alinhamento ao longo da estrada existente e dos novos arruamentos que se abriram como este novo loteamento. A importância destes espaços-canais constituem a estrutura verde com maior expressão no Possanco e aponta para uma escolha de vegetação local.
Optou-se por uma pavimentação simples em blocos pré-fabricados, rematados a lancis de calcário, garantindo maior solidez na interface entre áreas pedonais e de veículos com vista a responder a algumas tradições, nomeadamente, a feira que ocorre no largo do Possanco Poente, foi aproveitado todo o espaço sobrante do parque infantil para infraestruturar um terreiro de feira.
Duas áreas verdes a Norte dos núcleos Possanco Poente e Possanco Nascente foram preparadas com revestimentos vegetais de simples manutenção, e tirando partido das vistas, um percurso largo, ao longo do qual se colocam bancos e um estrutura de árvores que asseguram o ensombramento. Visando também uma homogeneidade do projecto paisagístico foram criados três módulos de arbustos ao longo das formas do terreno, taludes e faixas de rodagem.
Ficha Técnica - Arquitectos Paisagistas

Coordenação de Projecto:
Cristina Castel-Branco

Assistência de Projecto:
João Jorge

Área: 10 ha

Estado: Construído

Cliente:
Herdade da Comporta

Data: 2005