PT EN

Jardim das Artes

Covilhã

O jardim das Artes ocupa 17.500 m2 de um terreno onde a diferença de cotas é de 15.5m optando-se por uma modelação em plataformas e caminhos oblíquos nos taludes e várias entradas que permitem o atravessamento do parque e a circulação dentro dele sem que seja necessário construir muros.
Os materiais, usados no sentido de criar unidade em todo o espaço, darão destaque ao granito como pavimento em alguns pontos e caleiras, e a pavimentos de cor ocre encarniçado.
Três peças de metal em espiral serão usadas para unificar visualmente as três plataformas e formando um único elemento quando observados do ponto de entrada.
Optou-se pela plantação densa de árvores que irão ensombrar os caminhos, a esplanada, o parque infantil e as áreas de bancos a colocar nos pontos de melhor vista sobre a Cova da Beira.
As árvores seleccionadas respondem a diferentes necessidades. Um anel de sequóias irá camuflar os prédios, um terreiro de tílias sob o qual poderão haver exposições de arte, Olaias e tramazeiras acompanharão caminhos ou entradas, pontuando de cor estes locais, na plataforma da cafetaria e parque infantil, a sombra é garantida com liriodendros e amieiros, árvores de montanha como o lariço e as bétulas surgem em manchas ou alinhamentos e cedros, faias e magnólias pontuam o espaço e enquadram vistas.
Os taludes serão revestidos por vegetação natural da Serra da Estrela de floração primaveril.
Ficha Técnica - Arquitectos Paisagistas

Coordenação de Projecto:
Cristina Castel-Branco

Assistência de Projecto:
Raquel Carvalho | Raquel Santiago | Filipe Amaral | Joana Martinho | Edyta Gabala | Natalia Jokiel

Área: 17.500 m2

Estado: Em projecto

Cliente:
Câmara Municipal da Covilhã

Data: 2012

Observações: Infraestruturas e Rega (Campo D'Água)