PT EN

Quinta da Boa Viagem

Viana de Castelo

Uma das áreas de intervenção deste projecto de Recuperação de Estruturas Hidráulicas, muros e Pavimentos, trata-se do terreiro da entrada, uma área declivosa que se inicia no ultimo degrau da escadaria de entrada do solar e termina 37 m abaixo, no muro de frontaria da quinta. A diferença de cota destes dois pontos é de 4,7m. Esta área constituí a parte mais visível a partir da casa e foi nela que se instalou em meados do séc. XX uma fonte de granito a fonte do “Ganimedes” em local pouco estudado.

O declive de 14% é muito acentuado e a fonte com cerca de 4m de altura e com uma escultura de qualidade fica como que enterrada e sem nobreza neste local.

É opção do proprietário relocalizar a esta peça escultórica e alterar o desenho de toda a parte baixa deste terreiro. Para responder a este requisito é proposta uma armação do terreno em socalcos e a transposição da fonte para um terreno plano por trás da casa que pode ser visto e apreciado a partir da grande varanda do solar.
Ficha Técnica - Arquitectos Paisagistas

Coordenação de Projecto:
Cristina Castel-Branco

Assistência de Projecto:
Maria Matos Silva

Área: 1 370 m2

Estado: Construído

Cliente:
Eng. José Teixeira de Queirós

Data: 2008/2010

Observações: Subsidiado pelo projecto EEA Grants